Folclore japonês

23 de fevereiro – Dia do Monte Fuji

Minasan, Ohayô, Kon’nichiwa, Konbanwa!

photolandさんによる写真ACからの写真

Dia 23 de fevereiro é o dia do Monte Fuji, por causa de uma coisa chamada 語呂合わせ (ごろあわせ – GOROAWASE)

Goroawase é um jogo de palavras que aproveita as nuances do idioma japonês e fazem trocadilhos de palavras e números ou até mesmo de expressões conhecidas por outras.

Um exemplo é o dia do Monte Fuji, em japonês 富士山 (ふじさん – FUJISAN)

ふじさんFUJISAN
ふ = 2; じ = 2; さん = 3FU = 2; JI = 2; SAN = 3
2 = たつ2 = FUTATSU (outra leitura para o número 2)
Segundo/ depois = Segundo/despois = JI (prefixo)

Mas e o Monte Fuji?

No Japão, desde a era Jômon (15000 a.C a 2300 a.C) viam nas montanhas um símbolo sagrado. Pois eram delas onde se conseguiam a fonte dos seus alimentos, como animais de caça, vegetais, frutos e até mesmo a madeira necessária para a construção de suas moradias e pedras para a produção de suas ferramentas.

O Monte Fuji, devido ser um vulcão, sofria erupções. As pessoas viam esse fenômeno como a ira dos deuses e por esse motivo começaram a acreditar que nele estariam os deuses personificados. Iniciando assim a adoração ao Monte Fuji.

Com o tempo as erupções deixaram de acontecer, então as pessoas iniciaram a peregrinação ao topo do monte, acreditando que assim teriam contato com os deuses e evoluiriam espiritualmente.

けんぼさんによる写真ACからの写真 

A adoração ao Monte Fuji continua até hoje, sendo ainda um símbolo de sorte e de espiritualidade. Inclusive, sonhar com ele no primeiro sonho do ano novo é um sinal de sorte para o ano vindouro.

Além de ser um símbolo espiritual, a sua presença podia ser vista por quase toda a ilha Honshû, se tornando também uma fonte de inspiração artística.

Mas por que do nome Fuji? Atualmente se escreve 富士山 (ふじさん – FUJI SAN), onde Fuji é o nome e San significa monte. Ainda não se sabem o porque. Há várias teorias, mas nenhuma foi comprovada. O que se sabe é que o nome Fuji começou a aparecer no século VIII d.C com a grafia 福慈, em analogia à 福慈神, nome de uma deusa que se diziam morar lá. Depois foi encontrado diversas outras grafias em poesias até que, em 798 d.C começou a aparecer a grafia atual, 富士.

Mas o que todos tem em comum é o Goroawase. Lembra dele do início deste post?

Para o nome Fuji, foram feitas diversas combinações para chegar a este som. E sempre foram escolhidos Kanji’s que pudessem, de alguma forma, representar a importância desse monte sagrado.

Que tal um dia ir conhecer o Monte Fuji e sentir a energia que dele emana?

Mata ne!

Deixe uma resposta